"Ninguém é tão ignorante que não tenha algo a ensinar. Ninguém é tão sábio que não tenha algo a aprender." Pascal

16
Mai 10

Como muitas coisas na minha vida, os estudos literários caíram-me no regaço por mero acaso. Dava aulas de várias coisas e pediram-me que desse aulas de Introdução aos Estudos Literários. Aconteceu na Guarda, aconteceu em Timor e aconteceu em Viseu. A princípio, foi a correria do costume, para preparar aulas, buscar lógicas e criar um discurso, um fio condutor. Não consigo dar aulas sem isso.

Revirei sebentas antigas, recordei aulas do Doutor Osvaldo Silvestre e do Doutor Seabra Pereira. E lá fui.

 

Não fui (não sou, mea culpa) um leitor sistemático. Leio muito, mas sou um leitor intermitente. Um bocadinho aqui, outro ali...

Acho até que o gosto pela filosofia terá contribuído para isso.

E eis que entra em cena Saramago. A partir da obra Diálogos com José Saramago do Professor Carlos Reis, pude entrar um pouco mais no processo de escrita e na forma de ver a literatura pelo escritor. E percebi muito melhor o que é relevante.

 

Pena que estas conversas não tivessem sido gravadas em vídeo.

 

Tenho agora entre mãos a obra Conversas com Escritores, de José Rodrigues dos Santos.

Curiosamente, as grandes questões dos Estudos Literários aparecem logo na apresentação e a questão central que perpassa as entrevistas é precisamente O que é um bom Romance.

 

Apesar de ser uma conversa curta, não comparável à profundidade dos diálogos com Carlos Reis, é muito interessante ver como a reflexão sobre o que é ser escritor aparece a cada momento na conversa que Rodrigues dos Santos teve com Saramago.

 

Quando JRS o questiona sobre o que o levou a dedicar-se profissionalmente, e em exclusivo, à escrita, JS responde:

 

Foram as circunstâncias e depois a descoberta, isso sim, importantíssima, que ocorreu quando me confrontei com a evidência de que tinha leitores. E creio que os leitores tiveram uma parte importante no facto de eu continuar a escrever.

Ainda bem...

Vejam aqui a conversa (duração: cerca de 30 minutos).

 

 

publicado por Ricardo Antunes às 22:48

20
Abr 10

Quase

Um pouco mais de sol - eu era brasa,
Um pouco mais de azul - eu era além.
Para atingir, faltou-me um golpe de asa...

Se ao menos eu permanecesse aquém...
Assombro ou paz? Em vão... Tudo esvaído
Num grande mar enganador de espuma;
E o grande sonho despertado em bruma,
O grande sonho - ó dor! - quase vivido...
Quase o amor, quase o triunfo e a chama,

Quase o princípio e o fim - quase a expansão...
Mas na minh'alma tudo se derrama...
Entanto nada foi só ilusão!
De tudo houve um começo... e tudo errou...
- Ai a dor de ser - quase, dor sem fim...
Eu falhei-me entre os mais, falhei em mim,

Asa que se enlaçou mas não voou...
Momentos de alma que, desbaratei...
Templos aonde nunca pus um altar...
Rios que perdi sem os levar ao mar...
Ânsias que foram mas que não fixei...
Se me vagueio, encontro só indícios...

Ogivas para o sol - vejo-as cerradas;
E mãos de herói, sem fé, acobardadas,
Puseram grades sobre os precipícios...
Num ímpeto difuso de quebranto,
Tudo encetei e nada possuí...
Hoje, de mim, só resta o desencanto

Das coisas que beijei mas não vivi...
Um pouco mais de sol - e fora brasa,
Um pouco mais de azul - e fora além.
Para atingir faltou-me um golpe de asa...
Se ao menos eu permanecesse aquém...

Mário de Sá Carneiro

publicado por Ricardo Antunes às 14:20

09
Abr 10

O Pedro Aniceto, de quem já aqui fiz referência, é autor de um Blogue que sigo com prazer.

O Blogue dá pelo nome de Reflexões de um cão com pulgas e é um espaço de humor, curiosidades e, para mim, de boa escrita!

 

Pois esse espaço acaba de ganhar o Super Bock Super Blog Awards.

 

Pois então, muitos parabéns!

publicado por Ricardo Antunes às 11:10

28
Mar 10

Dizia o Pedro Aniceto, meu distinto primo e amigo, há dias, que se arrepia com algumas alterações do Acordo Ortográfico.

 

Eu arrepio-me cada vez que vejo isto:

 

 

É absolutamente fantástico, de tão cristalino!

Perguntem agora por que razão a descoberta da escrita não é sempre assim...

publicado por Ricardo Antunes às 12:50

Maio 2016
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar
 
Contador
blogs SAPO